top of page
  • Alessandra de Jesuz

Poesia #2

Atualizado: 26 de fev.


Bruxa cálida, fada ávida

Índia tépida, cara pálida

De vez esquálida talvez crisálida,

Ora crotálida embora válida

Sempre altivez cumpre vivez

Pira de vez de leve levez

Somente uma vez

Pra tudo talvez

Aspira fada come intifada

Benzeres almas

por fim acalmas

De leve espalmas

Em breve agalmas

Quem sabe te salvas!




5 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page